O poder simbólico.

Confesso que quando recebe este livro fiquei meio que relutante para começar a lê-lo, mas já no primeiro capítulo ví que estava completamente enganada.
Este livro, se não foi o melhor, foi um dos livros com mais conteúdo que já lí.

Bourdieu se baseia em algumas vertentes básicas para expor suas teorias. Neste livro, o campo das ciências sociais é explicado segundo os paramêtros da educação, da cultura, da arte, da literatura, entre outros.
"O poder simbólico", aqui descrito, nada mais é do que uma relação de força entre os agentes da ação, sendo assim, aqui tratada como o tema central: a violência simbólica.

Bourdieu considera que tal violência não é fruto simplesmente da 'distância' existente entre uma classe social e outra, mas sim, que ela é exercida por agentes sociais em uma espécie de jogo.
O livro em sí, enfatiza que a sociedade é uma produção humana, uma realidade, mesmo que não pareça, objetiva.
Sendo assim, o homem, para Bourdieu, nada mais é do que uma produção social.

O que mais me chamou a atenção neste livro foi a forma como o autor fala do profissional do jornalismo e seu modo de tratar a profissão. Conceitos éticos por ora esquecidos são massacrados pelo autor.
Valeu muito a pena ler este livro, pois, como estudante de jornalismo e utópica, percebo que este é sim o caminho certo, que profissionais éticos estão em falta no mercado de trabalho.
Se você é um profissional da comunicação, dê uma lida neste livro e veja se consegue se encaixar no contexto.
Se não é, dê uma lida mesmo assim, vale a pena, mesmo que voçê não consiga rever seus conceitos.
O livro é da editora Bertrand Brasil e pode ser comprado pelo site da Livraria Cultura ou das Americanas.com.

13 comentários:

Beto Uchôa disse...

uma visao bem realista da atual realidade em que vivemos nao acha ?
Esse livro deve ser loko de mais.
Abraço

Thaiana Martignoni disse...

Né por nada, mas teu blog tá fofo demais.
Tô até seguindo.

Ah, e culto!

Gosto deste tipo de coisa, hahaha.

Um beijo.

palavras ao vento disse...

como sempre digo..nunca devemos julgar um livro pela capa...

Camaleão disse...

como disse o amigo ai, nunca julgue o livro pela capa, muito bom seu blog

Angel disse...

vlw pela indicação :)

http://infonews2012.blogspot.com

Luiz Guilherme disse...

boa recomendação....ele fala muito da realidade de hoje|(como vc disse0isso é interresante...

ah vou deixar uam sugestão...também coloca livros recém-lançados,seria uma.

http://guilg7.blogspot.com/

vlw

Blogueira disse...

Julgamos muito pela aparência e nos surpreendemos as vezes pelo conteudo.


http://saudeecompanhia.blogspot.com/

Marília disse...

Não li o livro ainda, mas fica como indicação.

beijos

Mark disse...

muito legal

Kaoru Photo Art™ disse...

nossaaa queroooo ler esse livrooo parece ser otimuuuuuuu

Jornal da mulher disse...

Adooro livros! E já li alguns que vc comentou.. mas esse aí ainda não! Vou ler! É bom encontrar blogs como o seu.. =)

seuvicio disse...

Em história Bourdieu era bastante estudado, e fazia-se mtas pontes entre seu trabalho e o de Foucalt. esse aí ainda não li, mas tô na cola.

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado