A misteriosa morte de Miguela de Alcazar.

Este é o primeiro romance policial que leio e por conta dele quero ler outros.

A trama é extremamente envolvente, engraçada e leve.

O personagem principal, Campestre, é um jornalista que teima em assassinar a gramática. Um dia, ao sair de casa em seu fusca 68 amaralo, conhecido como "Revolucão de Maio", passa em frente a rodoviária e observa um tumulto.

Não, este não é o fato principal, então vou pulá-lo.
Ao chegar na redação, após o sabão de seu chefe, recebe uma ordem, cubrir um tal Congresso Internacional de Escritores de Histórias Políciais. Furada, pensou Campestre, mas ordem de chefe não se discute.

Parte ele para o local a fim de acompanhar o tal Congresso.
Lá, encontra com grandes nomes da Literartura Policial e um presunto.
Miguela de Alcazar y Casas de Bourbon morreu de morte matada ou morrida?
Ao final de muitas investigações, do jeitinho brasileiro, em um jantar, o delegado anuncia que a falecida, morreu 3 vezes.


Durante investigações, descobre-se que todos os presentes tem motivos de sobra para ter assassinado a velha escritora: inveja, uma aposta ridícula...
Acompanhem o final no livro.

Dizem que os escritores do sul são bons com as letras, este livro comprova esta tese. Lourenço Cazarré é a prova disso.

Lei e se emocione com o livro.
Para mais informações sobre o livro, acesse o site da editora Record.
Ou ainda, entre no site da Livraria Cultura e aproveite para comprar o livro.

11 comentários:

Net Esportes disse...

interessante ... me lembrou as célebres narrativas de Aghata Christtie

Marcelo Ribeiro disse...

Vou ler este livro, parece ser bem interessante. Muito bom o blog, beijos!!!

Seu Zé disse...

Valeu a dica, gostei do enredo da história vou lê-lo, parabéns pelo seu blog, é fofinho

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

SLEEPY disse...

Olá, estou passando para lhe apresentar meu blog:
http://narcosazonal.blogspot.com


Passe por lá quando tiver um tempinho

ninhu_. disse...

Interessante o livro..
a dica da sua banda ta valida sim, estou a pesquisar sobre.. parece no mínimo uma boa dica.

na verdade não sou fãn de tramas policiais, não em sinto avontade de ler (ou assistir).

Apesar de ter gostado muito do Xangô de Beckstreet.. ficou aqui tbm arquivado a dica do livro.. irei na cultura do Recife ver o que ele trás no conteúdo.

Thiago Carvalho disse...

Que bom que gostou dos romances policiais !!

Eu tb adoro..
Dá pra ver pelo meu blog né !! =P

Se quiser algumas dicas é só entrar em contato !!

Grande abraço

Pedro Amaral disse...

interessante o livro

Visite-me se puder
http://theocho888.blogspot.com

avassaladorasrio disse...

Querida amiga avassaladora...
Na epoca do circulo do livro li alguns romances de suspense policial... especialmente Agatha Christy... já tô legal de romance policial... Gosto mais das adaptações ageis para telona do que livro propriamente dito...

Anônimo disse...

Nossa , muito interessante!!
adorei!!

edu

Martha M. disse...

Você lê bastante!

Já leu Agatha Christie? Nesse tipo de histórias, ela é certamente a Rainha do Crime, a melhor.

Espero que goste.

Minha dica vai para "O Caso dos Dez Negrinhos", um final totalmente surpreendente.

Agência da Palavra disse...

Pessoal "A Misteriosa Morte de Miguela de Alcazar", nada mais é na verdade do que uma grande brincadeira com o estilo dos romances policiais. Está muito mais para sátira do que Agatha Christie. É para ser divertido MESMO!
É no melhor estilo esqueça-todos-os-policiais-que-já-leu ou que-já-ouviu-falar e ria!!!
Vale a leitura. Mil vezes. Sim, mas aqui na Agência da Palavra, somos suspeitas rsrs

Jana, a sua resenha divertida acaba de ser postada no blog da Agência. Vai lá http://agenciadapalavra.blogspot.com/

Depois nos mande um e-mail. Queremos lhe enviar outros títulos para que conheça o trabalho de nossos autores e, quem sabe, estarmos mais uma vez em seu blog.

Beijos nossos daqui de Porto Alegre
VanessaBalula e Júlia Viegas
as agentes