Paul Arden e seus dois livros.

Recebi da editora Intrínseca uma série de livros, dentre eles dois de Paul Arden, "Tudo que você pensa pense ao contrário" e "Explicando Deus numa corrida de táxi".

Começei primeiro por "Explicando" devido ao fato de eu ter que pegar onibus para ir para a faculdade, e realmente, ele explica Deus no tempo de uma corrida de táxi.
Terminei de o ler em 20 minutos.
Adorei a forma extrovertida da escrita do livro, desmistificando certas coisas e afirmando outras.
O que importa é que todos crêem em algo, mesmo acreditando não crêr.
Já o segundo, "Tudo que você pensa", não gostei muito não.
Achei ele meio que com cara de auto ajuda. Fala coisas que jamais eu gostaria de ler em um livro, como por exemplo que faculdade é perda de tempo, que temos mesmo é que trabalhar e aprender as coisas na faculdade da vida.
Uma coisa que achei legal no livro foi o fato de que temos primeiro que cometer os erros, e depois voltar para concertá-los.

Viu, eu disse que era meio que auto ajuda.

Mas vale a pena, as duas leituras, são livros curtos, criativos e muito bem humorados.
Para mais informações, entra no site da Intrínseca.

9 comentários:

┼ Røgériø Lima ┼ disse...

EXplicando DEUS numa corrida de táxi deve ser interessante, mas esse outro que vc diz parecer de auto-ajuda deve ser um lixo!!! Tentarei encontrá-los por aqui!!! Valeu a dica

planetadablogueira disse...

Quem sabe eu consiga ler...

Guiovan Coimbra de Oliveira disse...

ME INTERRESEI NO DO TAXI VOU VER SE ACHO NA NET!!!!

VIREI SEGUIDOR DESSE AQUI ADORO LIVROS!!!

Arthur Lisboa disse...

O primeiro me parece bom... Agora esse segundo... não consigo imagina um livro de auto-ajuda nesse perfil rs... adoro leituras narrativas... me envolvem mais =D

Arlindo disse...

o negocio é comprar os livros,so pobre xD

Danilo disse...

Eu não acredito em agnósticos, acho impossível você não crer em coisa alguma, até mesmo na falta de fé. É uma crença, ora. Concordo com o Paul Arden nesse ponto. No que diz respeito a faculdade eu concordo em parte. Acho que a faculdade não é o caminho para todos. O cara pode se dar bem em alguma área sem um canudo. Mas, acho que primeiro tem que tentar. E aí entra o comentário sobre primeiro cometer o erro e depois concertá-lo. Está comprovado, a gente só aprende efetivamente quebrando a cara mesmo. E é ótimo que seja assim. Beijos!

Contos e canções disse...

Eu vou procurar ambos os livros para ler...

Embora não curta mto auto ajuda tb!

30 e poucos anos. disse...

Desconheço os 2 livros mas vou dar uma procurada para saber mais

Marcos Leonel disse...

"Tudo que você pensa, pense ao contrário" é sensacional. Você talvez tenha tido essa impressão pois por algum motivo levou para o lado emocional. Mas entendi o pensamento dele de um ponto de vista muito prático. Ele expõe um ponto de vista incomum que pode te levar ao sucesso. E entendo isso porque as coisas aconteceram assim comigo antes de ler o livro.